Perdido no "labirinto"?

21/03/2019

Somos diariamente invadidos por informação, quase sempre contraditória, sobre os alimentos que ingerimos. Umas vezes fazem mal, passado um tempo afinal fazem bem, uns dizem uma coisa, outros dizem outra, e quando damos por isso sentimo-nos perdidos neste labirinto a que chamo “jungle of food” (selva alimentar).

Mas então, em que é que podemos acreditar? Esta e tantas outras perguntas que ficam sem resposta…!!!

Encontrar o verdadeiro caminho de saída revela-se penoso pois está invariavelmente associado a dietas: restrições de quantidades, calorias e/ou determinados grupos alimentares (normalmente hidratos de carbono e/ou gorduras). De tão penoso que se afigura, a maior parte de nós desiste. Optamos por nos entregar ou ao prazer do que nos sabe bem, ou à comodidade de nem tentar perceber, e de consumir o que está mais acessível.

Foi uma situação limite, de estar perdida nesse labirinto, que me levou a descobrir o verdadeiro Food Reset. Que se baseia no conceito de “vitalismo”. O vitalismo tem como pano de fundo a ideia de que quando vamos à raiz de todos os problemas de bem-estar encontramos invariavelmente uma série de desequilíbrios internos. Estes levam à perda de vitalidade e à diminuição da capacidade do nosso organismo para manter essa vitalidade em níveis que, por si só, são o motor de um sistema imunitário e de autorregulação eficientes.

 

Então, se conseguirmos “alimentar” correctamente esses mecanismos internos, se conseguirmos compreender o efeito profundo que o tipo de produtos que ingerimos tem no funcionamento do nosso organismo, estamos automaticamente a encontrar o caminho de saída do “labirinto”. E isso significa progressivamente o desaparecimento de muitos sintomas desagradáveis, a perda de peso, a sensação de “desinchar”, a diminuição de dores articulares, entre tantos outros.

 

Se é simples? É ! Se é fácil? Talvez não tanto, porque a tal “jungle of food” nos rodeia, invade e seduz, apregoando benefícios fáceis a que é difícil resistir.

 

Portanto, é esta a missão do Food Reset: ajudar e orientar na escolha do “combustível” certo. Com a certeza de que esse é o caminho mais simples para a manutenção da vitalidade e do bem-estar

Como disse no início, são muitas as perguntas sem resposta mas às quais vou tentar ir respondendo em cada post. A alimentação actual é um mundo, os temas são muitos mas tentarei abordá-los (quase) todos! Vai valer a pena!

Até breve!

 

Please reload

Please reload

Please reload